Se desejar ser um representante Ararêtama, obter mais informações sobre workshops, cursos intensivos ou extensivos de formação, vivência na Mata Atlântica em Ubatuba e Cunha ou para conhecer mais sobre a Ararêtama, entre em contato: araretama@gmail.com

Este site foi desenvolvido por Prático Digital 2018 :.: praticodigital@gmail.com

 

Parece que a paciência, essa velha senhora, não existe mais. Não conseguimos ter paciência nem conosco, o que dirá com os outros?

 

Somos impacientes com tudo, queremos tudo para ontem. Vamos ao supermercado e nos impacientamos com os caixas. Não esperamos por alguém que se atrasa mais de 5 minutos. Não esperamos o sinal fechar para andar ou abrir para avançar com o carro. O que dizer do trabalho, então? Quando trabalhamos em grupo, ficamos cobrando o tempo todo. Impacientamo-nos com as crianças. Os idosos, então, são os que mais sofrem, tanto com a falta de paciência dos mais novos como com sua própria impaciência.

 

Cada um tem um tempo de resposta a um estímulo e não respeitamos o tempo de ninguém. Ficamos tão impacientes que começamos a bater os pezinhos ou tamborilar na mesa se algo demora mais que alguns poucos segundos. Se não temos paciência, ficamos irritadiços.

 

Porque não começar a prestar atenção nisso? Vale a pena tentar.

 

Para ajudar nesse caminho que tal começar com MOARA? Essa maravilha amortiza a mente acelerada e estabiliza. É excelente para trabalhos em grupo e desenvolve para o coletivo, o que faz todo o sentido.

 

OBAITI é outra essência muito relevante, pois desenvolve a atenção para escutar o outro, já que a impaciência nos faz pensar somente em nós mesmos. O outro é apenas o outro. Ela recondiciona.

 

YATÊ assinala o que deve ser trabalhado para nos equilibrarmos e estimula o trabalho em conjunto. Traz clareza de visão, pessoal e transpasso-a.

 

Dizem que ficamos mais pacientes conforme o tempo vai passando. Conheço pessoas sem paciência tanto jovens como mais velhas. O temperamento ajuda a sermos mais pacientes, mas podemos exercitá-la também.

 

Ser paciente é entender o outro e respeitar seu tempo interior. É parar para escutar o que o outro tem a dizer e respeitar sua opinião. É não se achar o dono da verdade, o que não somos de forma alguma.

 

Enfim, ser paciente é tentar levar a vida com mais leveza! É uma virtude rara!


 

 

















 

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes

December 21, 2018

December 19, 2018

December 19, 2018

September 22, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags